Category Archives: Alternative

  1. Chico Buarque entraria em cena depois, ao compor a letra e dar o título “Retrato em branco e preto”, uma letra sobre desencanto amoroso. Jobim teria dado carta branca ao letrista e acabou que a letra saiu totalmente diferente da ideia original de Jobim.
  2. Amou daquela vez como se fosse a última Beijou sua mulher como se fosse a última E cada filho seu como se fosse o único E atravessou a rua com seu passo tímido Subiu a construção como se fosse máquina Ergueu no patamar quatro paredes sólidas Tijolo com tijolo num desenho mágico Seus olhos embotados de cimento e lágrima Sentou pra descansar como se fosse sábado Comeu feijão com.
  3. Retrato Em Branco E Preto de Chico Buarque, música para ouvir com letra, tradução e vídeo no Kboing.
  4. At rocolnepenmanfmukwarsfireveluca.xyzinfo you will learn how to play Chico Buarque's songs easily and improve your skills on your favorite instrument as well.. Daily, we added a hundreds of new songs with chords and tabs, just for you ;).. If you still haven't found what you're looking for, please send to us.
  5. Página Inicial MPB Chico Buarque Retrato Em Branco e Preto Outro retrato em branco e preto Cm7(b5) Ebm7(11/9) D7 Gm Dmaj7(#9/#5) Gm A maltra--tar meu coração. Dmaj7(#9/#5) D7(b9) Gm Gm7(11/9) Composição de Antonio Carlos Jobim / Chico Buarque. Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter.
  6. Jan 15,  · Lyrics from "Retrato em branco e preto" by Tom Jobim and Chico Buarque () Good Audio Version (Elis Regina) I'm familiar with each step along this road I know it goes nowhere I know its secrets by heart I'm familiar with the stones in the path And I know, too, that there, alone,.
  7. Página Inicial MPB Chico Buarque Retrato Em Branco e Preto. Retrato Em Branco e Preto Chico Buarque Letra. é pecado Eu trago o peito tão marcado De lembranças do passado E você sabe a razão Vou colecionar mais um soneto Outro retrato em branco e preto A maltratar meu coração.
  8. Retrato Em Branco E Preto Letra: Já conheço os passos dessa estrada, Sei que não vai dar em nada, Seus segredos sei de cór, Já conheço as pedras do caminho, E sei também que ali sozinho, Eu vou ficar, tanto pior, O que é que eu posso contra o encanto, Desse.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *